De empregado a empregador – 3 coisas que você precisa saber antes de sair do seu emprego

Existem diversos artigos, das mais variadas opiniões, sobre por que alguém deve parar seu trabalho hoje e começar seu próprio negócio, ou porque é tolo não parar seu trabalho e viajar.

Aqui será descrita a dura e difícil batalha daqueles que perdem bons empregos, com alta remuneração, assim como daqueles que perdem empregos dos quais dependem para sobreviver minimamente, com remunerações baixas e decidem empreender.

Em geral o primeiro desafio é o confronto com a decisão de voltar a trabalhar para alguém ou começar uma nova empresa.

O que muitos podem não saber é o quão difícil é um ano de transição entre eles. Em vários casos reais, o período de transição é bem superior a um ano.

Independentemente se você fazia muito ou pouco dinheiro no antigo emprego, sair do seu trabalho não é fácil, e sobreviver o tempo entre não ter um emprego e ter sucesso ao ser autônomo é a parte mais difícil.

  1. A parte mais difícil não é a falta de renda, mas sim a sua capacidade de trabalhar sem estrutura ou direção.
    1. Não pense em estrutura como alguém te dizendo o que fazer todos os dias;
    2. Pense na estrutura como o fato de que você está vendendo um produto que já existe, dentro de uma empresa que já está estabelecida, e com um sistema de apoio que garante a sua sobrevivência, nos momentos bons e em parte dos momentos ruins.
    3. Agora, bruscamente, você tem que começar com nenhuma das opções acima e está mais do que nunca vulnerável aos efeitos de todos os momentos ruins.
  2. A segunda parte extremamente difícil será você observar suas economias se esgotarem.
    1. Dentro desse tempo de adaptação, você é forçado a ver suas economias caírem e não têm nada para reabastecer.
    2. Você vai se dar uma centena de razões para encontrar um emprego temporário e com isto efetuar os ajuste necessários em suas finanças.
  3. Por fim, desistir vai fazer você perceber como irrelevante e substituível sua posição realmente era, não importa o quão alto você estava na empresa.
    1. Isso também vai ter um custo emocional em você em algum momento.
      1. Como na maioria dos casos você investiu muito tempo se aperfeiçoando ou fazendo o que você faz, mesmo que seja em muitas empresas diferentes. Isto terá um significativo impacto emocional. É preciso se preparar antes e evitar isto.
      2. Percebendo o quão facilmente substituível você era e quão rapidamente as pessoas se esquecem de você pode afetá-lo. Portanto é necessário se precaver e também evitar este impacto negativo e desnecessário, visto que ele não o ajudará a alcançar seus novos objetivos.
      3. Todo o seu foco e esforço devem estar em alcançar seus novos objetivos o quanto antes

Todas estas coisas descritas costumam ser vividas durante a transição de um empregado a um empreendedor.

Tende a ser muito difícil, mas se preparar previamente pode:

  1. amenizar alguns efeitos e ajudá-lo a se posicionar para o sucesso
  2. ajudá-lo a superar o primeiro ano de dificuldades e adaptações
  3. tornar mais fácil lidar com a dura realidade de que deixar o seu trabalho pode ser bem mais difícil do que as pessoas imaginam no início desta transição.



Melhorando suas vendas com pequenos ajustes

Neste artigo iremos discutir alguns pontos simples, ‘ocultos’, mas que afetam profundamente os resultados de suas vendas.

O cliente não consegue enxergar como o seu produto atende às necessidades dele

Descubra se o produto está realmente economizando tempo ou dinheiro das pessoas.

  • Se não, então passe a vender outra coisa.
  • Se sim e ela não comprou, verifique se foi claro sobre o como o produto pode ajudá-la.
    • Na maioria das vezes, a pessoa simplesmente não conseguiu entender como o seu produto pode ajudá-la. E esse erro é um erro de comunicação de quem tenda vender. Ser simples, direto e claro.

Cada produto precisa de uma razão pelo quais seus clientes irão comprar, além de um diferencial pelo qual a compra será feita com sua empresa e não com seus concorrentes. Isso é chamado de Unique Sales Proposition (USP).

  • Como seu produto está de acordo com as necessidades dos clientes?
  • Está de alguma forma afetando a vida daqueles que usam seu produto ou serviço?
  • Que necessidade o seu produto ou serviço satisfazem?
  • Seu produto tem que se comunicar com consumidores claramente, sem qualquer adivinhação ou suposições.

O preço de seu produto é maior que o valor que ele traz para seu cliente

O preço de um produto não é geralmente o único fator que um consumidor considerar. O benefício de seus produtos e serviços substitui o valor pago.

Se você perguntou a seus clientes quais são os benefícios de seu produto, eles realmente saberiam? Isso é importante.

Sua estratégia de divulgação deve ser construída sobre o valor que sua oferta de produto cria para quem vai comprar, respondendo com clareza qual problema ele soluciona, para quem e em contra-partida, o quanto custa para adquirir.

Revise se seu preço é menor que o valor que ele gera para seu cliente. Um operação dessa gera um ganha-ganha e tenderá a ampliar suas vendas.

Caso seu produto não gere mais valor do que seu preço, a tendência é que suas vendas não se realizem ou se reduzam com o tempo.

Os benefícios do seu produto não são suficientemente atraentes para o cliente

Isto é uma questão de avaliação dupla. Caso você acredite que o produto é atraente o suficiente, mas perceba que não é a mesma opinião do cliente, a primeira coisa a se observar é a clareza de comunicação do produto e seus custo/benefício.

A segunda é se realmente o produto é necessário. Esta reflexão é um erro de processo, porque deveria ter sido feita antes de produzir ou lançar o produto. Mas ainda é muito cometida, ainda mais em algumas áreas como startups de informática. Criam produtos incríveis, com soluções mirabolantes, para resolver um problema que praticamente ninguém tem ou precisa resolver.

Se nada disso é o caso, é necessário verificar se o cliente realmente entendeu o produto.

Simplifique antes de mais nada a forma de comunicar as vantagens

Caso o cliente tenha entendido, o problema pode passar a ser custo. O custo de comprar as vantagens do produto é menor que a necessidade de resolver o problema. E daí o cliente pode ter um concorrente seu o esperando com esta balança favorável para o consumidor, ou simplesmente o mercado não está desenvolvido o suficiente para fornecer uma solução com a balança favorável ao cliente, de modo que ele possa entender que é melhor permanecer com o problema a despender o custo necessário para resolvê-lo naquele momento.

Informar o cliente sobre um produto ou serviço, não se trata de apenas impressioná-lo, ou de criar a aplicação mais impressionante e perfeita ou de achar alta demanda com baixa oferta e assim ter a fórmula perfeita da oportunidade. Trata-se de encontrar um nicho onde os benefícios de seus produto são convincentes o suficiente a ponto de estabelecer uma relação ganha-ganha, na qual o cliente compra seu produto/serviço e você entrega exatamente os valores informados e que o cliente busca ao efetuar essa aquisição.

De nada adianta vender se na relação um sair perdendo, num ganha-perde ou perde-ganha. A relação é uma balança onde os dois tem que ganhar. Só o ganha-ganha interessa se você busca melhorar suas vendas com o passar do tempo

Pós-vendas traumáticas

O pedido garante a venda. O pós-venda garante o cliente. Ou seja, o pedido garante a os bons resultados do hoje. O pós-venda garante melhores vendas ainda no futuro. Ignorar isso é um tremendo erro cometido por muitas empresas e vendedores.

Nos dias atuais, os consumidores desejam uma cadeia de entrega sem stress e uma excelente experiência de usuário.

De nada adianta vender o produto / serviço se o mesmo não é entregue no prazo e formas combinadas e esperadas pelo consumidor ou melhor.

Por isso verifique:

  • Tenho capacidade de entrega?
  • Vou cumprir todo o combinado e entregar o produto / serviço nas condições acertadas?

Para resolver esses pontos, de maneira muito simplificada, basta ser pensado uma maneira como você pode fazer seu produto atender a esses padrões.

Os consumidores não podem comprar o que não é acessível a eles

Outro ponto que afeta muito as vendas é o cliente saber sobre o seu produto / serviço, mas não tem acessibilidade a ele. Isto é um grave problema.

A falta de condições para atender clientes interessados, mas que não podem ser atendidos por diversos fatores.

  • Que canal de distribuição você pretende usar?
  • Será melhor para o seu negócio estar online ou offline ou uma combinação de ambos?
  • Avalie a acessibilidade do seu produto e veja se você precisa fazer alterações.
  • Minha cadeia de produção ou de fornecedores está sendo o gargalo?

Nesse ponto, significa que sua empresa tem condições de acelerar, porém, algum gargalo em sua estrutura está segurando a capacidade de entregar no ritmo que os clientes desejam.

E isso é um grande perigo, porque essa demanda não atendida ou má atendida pode virar justamente vendas para os seus concorrentes. E o cliente uma vez satisfeito lá, seu negócio sofrerá um dano duplo. Menor receita para você, maior receita para seus concorrente. Você não cresce e ainda faz seus concorrentes crescerem.

 




3 Passos cruciais que você deve tomar para criar uma versão mais forte de si mesmo

Dormir melhor do que acordou, fazer isso todos os dias e persistir motivado, mesmo quando falhar em grandes desafios, é o grande segredo das grandes conquistas.

Neste artigo, iremos listar 3 pontos que o ajudarão a focar seus esforços para que aplique essa máxima em sua vida com menos dificuldade.

1 – Entenda que a adversidade e o sofrimento para superação de desafios por um propósito definido levam à grandeza

Parte da experiência humana é a dor. Não deixe ninguém lhe fazer acreditar no contrário. Dor é parte de qualquer crescimento / evolução.

  • Qualquer coisa que vale a pena fazer na vida será um desafio. Construir, manter e sustentar um negócio não é para os fracos.
  • Desenvolver um relacionamento profundo e amoroso com um outro significativo que estará ao seu lado nos bons e maus momentos é uma jornada de crescimento pessoal para ambos os parceiros.
  • Tornar-se um atleta de elite exige muito esforço e sem contar aprender a conviver com as dores diárias do rígido treinamento físico imposto e necessário para se alcançar o objetivo

No entanto, muitos de nós não nos damos as ferramentas para lidar com esses fardos ou obstáculos antes que aconteçam. E isto conduz muitos a falhar em face dos desafios, porque não praticou ser resiliente o suficiente.

Você tem a chance de mudar isso hoje.

Você tem a chance neste período de vinte e quatro horas, para dar a si mesmo o dom de ser persistente e ser o melhor que você pode ser. E mais importante. Tem a capacidade de investir seus esforços e tempo de modo que ao dormir, seja uma versão melhor de si mesmo em comparação a quando acordou.

Se você optou por levantar pesos como um bodybuilder ou empurrar-se pela leitura / estudo, desenvolver esse senso interno de resiliência irá ajudá-lo a lidar com os desafios da vida cotidiana muito mais facilmente e a não fracassar, de modo que de queda em queda se erga novamente até alcançar o objetivo que definiu.

E sua vida certamente vai melhorar quando mais você se melhorar para alcançar seus objetivos!

2 – Perceba que seus erros passados não podem ditar a qualidade de seu futuro

Não deixe a percepção que outras pessoas tem de você serem desculpas que você usa para evitar ir para seus sonhos.

Lembre-se! Você escolhe o caminho que anda no momento, portanto, pode sair do caminho negativo se estiver andando nele. Permita-se acreditar que é capaz disso também. Permita que este parágrafo aja como inspiração e permissão para deixar de ir a história que você acredita que foi escrita para você, e para começar a caneta uma nova para si mesmo.

Dê a si mesmo permissão para acreditar que você não é nenhuma daquelas etiquetas negativas que seus educadores colocaram em cima de você. Dê a si mesmo permissão para acreditar que amigos e familiares que duvidam de seu sonho, apenas não podem ver a altura que você é capaz de alcançar. Tenha a si mesmo permissão para acreditar que quaisquer erros que você cometeu em seu passado foram feitos por uma pessoa inteiramente diferente. Esses erros foram cometidos por uma pessoa cheia de incerteza, dúvida, arrependimento e desprovida de direção intencional. Dê a si mesmo permissão para acreditar que grandeza e poder estão lá dentro de você, apenas esperando por você para desbloquear o potencial que você sempre teve! A única maneira de sair da mediocridade é continuar a buscar pela excelência.

3 – Reconhecer que a paciência e a persistência são os ingredientes chave para o sucesso duradouro

No mundo de mídia social que tem nascido e criado agora em nossa época, torna-se muito fácil acreditar que o sucesso veio da noite para o dia para tantos indivíduos chamativos e bonitos que se vê nas páginas recomendadas por diversas redes sociais.

Parece que só foi a pessoa se decidir num dia, dormir e já acordou no outro dia com todos os sonhos realizados devido a sua forte convicção e tamanha vontade mental do dia anterior. Como que apenas desejar profundamente algo atraísse os resultados desejados.

Dificilmente na vida o que vale a pena vem facilmente. Ser bem sucedido como um empresário, um atleta, um cantor, etc exige muita persistência e paciência.

Pare apenas de desejar e de apenar se instruir e passe a colar em prática o que aprendeu e, enquanto se aperfeiçoa na técnica, busque se aperfeiçoar também na prática.

Ao colocar em prática, se compreende que será uma longa caminhada para um sucesso duradouro, com dificuldades muito maiores do que as imaginadas, muitas surpresas, mas o mais importante: que é possível! Só persistir e continuar evoluindo.

Quer ter um relacionamento significativo e profundo com um parceiro que faz a sua vida melhor? Você precisa chegar lá, colocar-se em posições onde você poderia encontrar essa pessoa, e trazer o seu melhor para cada interação desse relacionamento.

Quer se tornar um grande atleta? Você precisa cuidar de vários pontos de alimentação a rotina de treinos físicos e práticos da modalidade, assim como adequar sua rotina ao que o esporte exige, cuidando de coisas que antes pareciam ser sem importância, como sono, bebidas, etc. É igualmente importante enquanto se pratica, também estudar melhorias para as técnicas que emprega de forma a chegar ao topo como desejado. Uma mistura entre enquanto se estuda, se pratica. E enquanto se pratica, estuda novas técnicas para praticar e manter a evolução contínua e diária necessária.

Quando as coisas ficam difíceis, quando você discute no relacionamento ou perde numa peneira ou num campeonato, empurre-se para ver o longo prazo em oposição ao conflito do momento.

Não há debate, o sucesso é persistência e paciência.

Desafios são uma parte inevitável de sua jornada para o topo. Você vai falhar. Você tropeçará. Os espectadores podem zombar de você ou tentar derrubar seus sonhos. Você cairá e ficará ensanguentado, ferido e quebrado. No entanto, aqueles que fazem sua marca duradoura neste mundo são os que escolhem dizer que:

“Meus obstáculos e minhas quedas não me definem, meus objetivos me fazem”.




Fracassar x Ser um fracasso

Falhar não é o mesmo que ser um fracasso. Veja as rápidas diferenças abaixo:

  • Fracassar é um evento
  • Ser um fracasso é uma mentalidade
  • Fracassar é temporário
  • Ser um fracasso tende a ser permanente enquanto não se mudar a mentalidade
  • Fracassar força aumentar seus limites
  • Ser um fracasso lhe força a desistir
  • Fracassar é uma oportunidade de aprendizado
  • Ser um fracasso é uma oportunidade para parar de aprender

Falhe até encontrar o sucesso que busca!




Resolvendo conflitos e convertendo a situação em melhoria

Na trajetória de grupos, empresas tradicionais, startups, grandes projetos, disputas esportiva não-individuais, etc, é muito comum a exigência por melhores resultados.

Todos, cada um com sua cabeça e modo de pensar, estão buscando o melhor caminho. E é ai que surgem os conflitos. Neste artigo iremos ver uma boa forma de transformar conflitos em resultados e crescimento.

A pressão, a busca por melhores resultados, a ideia de cada um de como conseguir o melhor para o time, sem dúvida é responsável por causar divergências e conflitos, justamente na ânsia ou busca por essa melhor condição.

O conflito parece advir da visão de cada um de como o todo pode ser melhor e os passos/caminhos que devem ser seguidos para que esta melhoria seja alcançada, ainda mais quando os caminhos visto por cada pessoa conflita ou não pode ser seguido simultaneamente à visão / caminho visto por outra pessoa do time. O que ocorre neste caso é mais uma questão de comunicação e a definição de um processo de como resolver essas disputas.

É na maneira como se resolve a disputa que parece residir o problema no qual vamos focar. Como definir com a escassez de possibilidade de se executar medidas ou idéias opostas de avanço, em busca de resolver problemas e buscar melhorias. Qual o melhor passo a passo para se resolver estas disputas em prol de um alinhamento em busca de um cenário mais favorável.

Analisando resolução de conflitos no casos de times que estão obtendo bons resultados

Irei citar casos hipotéticos de empresas bem sucedidas. Mas basta você portar a exemplificação para outros casos, como um time de futebol com bons resultados, uma dupla vencedora de um esporte, um grupo de engenheiros buscando realizar um grande projeto em sua área, etc.

Já vou começar pela conclusão: O conflito tende a sempre existir. Mas estar sendo bem sucedido irá mascarar os problemas.

Mesmo em momentos bem favoráveis, de bons resultados, é esperado que não estejam sendo gerados conflitos. O sucesso estará encobrindo os problemas, os não ajustes, os pecados e várias outras coisinhas que estão sendo por enquanto ignoradas. Nessa situação, justamente porque as coisas estão indo bem, por baixo de tudo, a tendência é que não se tenha ciência do que acontece que está minando as relações / relacionamentos.

Se pensarmos, tudo que envolve mais de uma pessoa diretamente para dar certo, envolve relacionamento. Por isso o conflito surge, seja numa empresa, num casamento, nos esportes coletivos, etc e não observamos a razão.

A forma de comunicarmos e como resolver situações de interesse distintos quando elas buscam melhorias de condições / resultados. Estamos ignorando pessoas que simplesmente estão buscando destruir algo. Para estes casos, a melhor solução em geral é buscar se blindar e se distanciar da fonte causadora de problemas. O objetivo não pode fugir de buscar melhoras.

Outro problema dos bons resultados é que ele tende a não durar para sempre. E esta inversão pode evidenciar os probleminhas, agora, acumulados, que viraram então vários problemas.

Outro ponto é que quando as coisas estavam indo bem, todos estavam ocupados demais fazendo suas funções e ninguém atento ou interessado em resolver os probleminhas, aquelas pequenas arestas não aparadas e toleradas até o momento que a tendência se inverte e a situação piora. Ai tudo tende a surgir de uma vez.

É neste momento que se aprende de maneira dura que se devia ter preparado para resolução de problemas antes. Conflitos sempre surgiram como uma espiral cíclica na vida, assim como problema. Não parece existir uma forma de ficar livre deles. Então para crescermos, devemos cada vez estarmos mais preparados e maduros para enfrentar estas situações e transformá-las de negativas em positivas, e não simplesmente piorá-las.

O erro que a maioria das equipes comentem é evitar a dinâmica exigida para se manter saudável um relacionamento. Raramente falando diretamente e honestamente uns com os outros.

Com isto, não se investe tempo em refletir sobre o que cada um precisava. Nunca se busca apoio entre as pessoas para garantir a saúde da parceria. Quando a lua de mel termina, não há fundação saudável para apoiar a empresa, o time, etc.

No exemplo de uma empresa, durante o tempo de sociedade, costuma-se sempre os sócios olharem atentamente como se conheciam bem antes de começarem. A maioria das pessoas pensa em bons pares em termos puramente funcionais: uma pessoa de negócios aliada com uma pessoa técnica.

Isso é funcional, muito simplista, mais profundo do que apenas isso, porque quando o conflito surge (e sempre acontece), se você não tem nada em comum além da inicialização, vai lutar para encontrar um terreno comum no pior dos tempos. É necessário que os fundadores tenham algo em comum, mas não suficiente em si mesmo.

No caso de sócios que se conhecem há muitos anos, e tendo sido amigos de longa data, que tiveram história, costuma se aprender tarde demais que tudo isso não é suficiente – tem que mantê-lo como qualquer relacionamento. Não basta que você tenha sido amigos há anos. Importa o que seu relacionamento é agora.

Evitando conflitos

Verificando o exemplo hipotético da empresa acima, reforçando que o mesmo vale para situações completamente distintas, como por exemplo um time de futebol, uma dupla de vôlei, um projeto qualquer, em retrospectiva, se é capaz de perceber que a ampliação do problema ou até mesmo a ruptura era totalmente evitável.

O sintoma do problema pode ser por exemplo, os envolvidos pararem de passar tempo juntos, em geral, porque estavam evitando conflitos.

Em geral, se quer tanto ter sucesso, se quer tanto o ‘nós’ sermos grandes em suas respectivas área, que se salta o duro trabalho que é preciso para conseguir que o relacionamento esteja sempre saudável, e além disto, fazer o nosso melhor trabalho.

Então chegamos a um ponto importante. Existem dois grandes trabalhos que devem ser feitos em paralelo:

  • Ser bom no que se definiu ser e vencer a concorrências e disputas.
  • Ser bom em manter relacionamentos fortes e saudáveis, resistindo aos inúmeros problemas que vão surgir, num padrão: abraçar o conflito e resolvê-lo.

É um problema fácil de ser reconhecido em fundadores, times, duplas, etc, seja como um conselheiro, investidor, técnico, etc

Se não for investido tempo juntos fora do trabalho, pergunte-se porque?

Se em ambiente comuns é evitado contato, encontros, se tenta manter suas interações no mínimo, isto pode ser um sintoma que o trabalho de fortalecimento contínuo de relacionamento não vem sendo feito. Além disto, o motivo tenderá a ser que se está evitando o conflito por apenas evitá-los. Isso simplesmente não vai funcionar em médio e longo prazo.

Este erro se repete pela seguinte idéia:

  1. o conflito é ruim
  2. então se minimizarmos quantas vezes isso acontece
  3. esse é o melhor caso possível.

Só que é ai que reside o problema. Isso é uma armadilha! É uma bomba relógio. Este modo de agir leva a uma escalada:

  1. atitude defensiva
  2. a crítica
  3. o desprezo
  4. o isolamento

Identificando-se claramente esses comportamentos nos relacionamentos, é perfeitamente capaz de se prever o fracasso do relacionamento com uma precisão estranha.

Coesão de um time de longa data se obtém realmente abraçando o conflito, estando constantemente no processo de resolvê-lo.

Se não é possível argumentar e chegar à melhor solução, não está sendo feito o trabalho para realmente ter um relacionamento profissional real e saudável.

Deve-se realmente se inclinar para o conflito e sair com uma solução que faz sentido, uma e outra vez. E quantas vezes forem necessárias, porque as situações de conflito serão recorrentes. O simples ou constante evitar deve ser conscientemente evitado, investindo-se esforço para combater esse comportamento padrão que levará à saída errada e a ruína.

Não concordo com alguma coisa? Não deixe o quarto até que você tenha uma resolução.

Uma hora não é suficiente? Cancelar seu fim de semana, ir em uma caminhada e descobrir.

Descubra os métodos que melhor sirva para seu time, mas crie um processo de resolução de conflitos.

Nestas situações, não há nada mais importante do que fazer este trabalho e sair delas mais forte, fortalecendo as duas frentes de trabalho que citamos: a técnica e o relacionamento.

Muito conflito? Crie limites

Obviamente, lutar o tempo todo também não é bom. Se isso tiver acontecendo, é um indicativo para um relacionamento que se tornará desgastado mais cedo ou mais tarde.

Quando os envolvidos num relacionamento com objetivos comum estão em uma situação onde eles estão lutando sobre tudo o tempo todo, geralmente significa que seus papéis individuais não são bem definidos o suficiente.

Dois engenheiros fundadores se recusam a desistir de uma decisão arquitetônica, os fundadores orientados a produtos com habilidades semelhantes lutam pela direção e assim por diante.

Aqui está a melhor maneira de lidar com isso:

  1. Faça uma lista de todas as áreas necessárias para o seu negócio ou vida pessoal, no caso de um casamento por exemplo.
  2. Em seguida, descubra quem é melhor em cada parte
  3. Atribua uma pessoa para cada parte
  4. Se alguém é melhor em vendas, ele fica responsável por isso.
    1. Da mesma forma para DevOps ou qualquer outra tarefa específica que é fundamental para o seu negócio.
    2. Essa pessoa é oficialmente o dono dessa coisa.
  5. Todo mundo concorda em ouvir uns aos outros quando uma decisão surge, mas uma vez que o proprietário decide, todo o debate acabou.
  6. Todos seguem em frente.
  7. Você não pode debater as coisas para sempre
  8. Ao se concordar e finalizar, nunca, jamais, em hipótese alguma volte atrás apontando dizendo que não concordava e via que isto não daria certo.
    1. Este não é o comportamento que se precisa
    2. O comportamento é sair com solução e não apenas evitar o conflito
    3. Os envolvidos precisam ser capazes de confiar uns nos outros e ter um método para RESOLVER e não EVITAR
    4. Se todos concordaram, concordaram. Se acerta e se erra junto e ponto

São mudanças bem profundas para a maioria das pessoas, e por isso tão poucos conseguem estruturar times capazes de efetuar grandes façanhas por longo tempo, relacionamentos espetaculares com seus parceiros e tudo mais.

Não é apenas um trabalho. São dois. Lembre-se sempre disto e mude a forma com lidar problemas e conflitos, que irão sempre surgir. A sua forma e postura como atua na resolução deles irá determinar o seu nível de sucesso na vida amorosa, na sua carreira, nos seus projetos.

A vida é sensacional e curta demais para investirmos tempo perdendo-o.

Avante! Sempre Avante! Dias melhores ainda estão sempre por vim para quem o fizer por merecer.

Faça por merecer! Plantemos e colhamos!

Abraçando conflitos, lutando com balanceamento para resolvê-los

  1. Todos envolvidos querem ser vitoriosos e querem o melhor para o grupo. Então é necessário ver onde se é injusto e ver que existem escassezes. Portanto, deve-se balancear o que dá para todos terem o máximo.
  2. Abraçar o conflito em vez de abandonar.
    1. Alguns participantes sabem o que querem, e sabem o que é certo, mas desistem antes mesmo da luta começar.
    2. Valorizam a harmonia nas interações com todos com quem trabalham / relacionam.
    3. RESULTADO:
      1. Com o tempo se aprende da maneira mais difícil, que não se pode sacrificar o que se sabe que é certo para chegar a essa harmonia cedo
      2. O problema problema de outra forma
    4. SOLUÇÂO:
      1. Se você tem a solução, tem que lutar.
      2. Não engula suas palavras.
      3. Se você tem um ponto, certifique-se de que você está ouvindo e sendo ouvido
      4. Por vezes erramos convictos, assim como acertamos por estarmos convictos também. Ouvir e ser ouvido. Sabe se está certo ou errado é mais importante do que buscar se manter no erro ou deixar outros incorrerem no erro podendo afetá-lo
  3. Isto não é uma luta, tampouco um disputa de força. É um ganha-ganha
    1. O mais forte da disputa não deve necessariamente e automaticamente ser quem vence a disputa
    2. Trata-se realmente de evitar conflitos de uma maneira diferente
      1. um que não dá qualquer espaço para qualquer idéia concorrente em tudo não está colaborando, tende a não dar certo em médio-longo prazo
      2. Em um conflito justo e equilibrado, não há nenhuma desvantagem para ouvir primeiro e deixar o outro lado estar convicto que você os ouviu
  4. Resolução de problema justo é colaborativo e baseado em dados.
  5. Uma coisa concreta antes de começar a trabalhar o conflito é sempre lembrar-se: Você são a mesma equipe.
  6. Confiança mútua
    1. Sem isto, rompa imediatamente. Está perdendo tempo e esforços
    2. Todos envolvidos querem que o time seja bem sucedido
      1.  Com isso, você está pronto para falar sobre o problema como um processo, onde diferentes pontos de vista são exibidos e avaliados diretamente.
      2. Você falha nisso somente quando tenta pular até o fim, ou desistindo antes de começar (auto-abandono) ou afirmando que você está certo antes mesmo de alguém conseguir obter se esclarecer ou até mesmo ter a palavra

Abraço a todos e agora, ciente dos dois trabalhos, torne-se melhor em ambos tanto quanto se foca em ser no que via antes. Em geral, o técnico!




Uma breve análise sobre uma das mais marcantes caracteristicas de pessoas de sucesso

Por “pessoa de sucesso”, entendemos qualquer pessoa que ascendeu as mais altas posições de sua área. Pessoas que se tornaram destaque de sua área, qualquer que seja ela.

Analisando este tipo de pessoa, é comum observar que todas elas, do momento em que decidiram atingir o topo até quando se mantiveram lá, nunca buscaram associar seus hábitos do dia a dia ao conforto. Elas não buscaram ter conforto. Buscaram ter sucesso e este desejo as forçou a fazer muitas coisas desconfortáveis.

A maioria das pessoas está procurando conforto e segurança, o que infelizmente tenderá a manter estas pessoas longe do topo de suas áreas.

Parece ser uma condição necessária para alcançar os próximos níveis de evolução em sua área, assim como em um dado momento chegar ao topo, vencer um ciclo contínuo de melhorias e evoluções que exigem estar de certa forma “desconfortável”.

Muitas mudanças, evoluções e progressos serão exigidos daqueles que buscam alcançar destaque em suas áreas.

Então não adianta se apegar a desculpas sobre qualquer pretexto. Elas não irão ajudá-lo a progredir. Foque em fazer o que tem que ser feito cada vez melhor e mais rapidamente.

E com isto procure progredir o máximo que puder a cada dia. Um dia você alcançará seu objetivo de estar no topo.




Como um líder pode ajudar seu time a alcançar alta produtividade

Existem muitos fatores que podem fazer um time ser mais produtivo, como capacitar os integrantes, aperfeiçoar processos, trocar integrantes menos produtivos por um melhor, etc.

Neste artigo iremos focar em pontos importantes que um líder pode ajudar seu time.

1 – Encorajar o crescimento das pessoas

As pessoas não tem limites para se desenvolver, por mais que busquem mentalmente criar tais limites. O que outrora já foi considerado como impossível, hoje pode ser algo cotidianamente vencido ou superado.

E o líder pode apontar e exemplificar isto para seu time, demonstrando que eles também podem alcançar altos níveis de desempenho e produtividade no que desejarem.

Líderes que conseguem motivar seus colaboradores atuam como mentores que conduzem as pessoas ao desenvolvimento de seu potencial.

E melhores resultados cada dia surgem praticamente como um efeito colateral do trabalho de encorajamento do time. E tudo isto fruto do desenvolvimento das pessoas.

Como sugestão de ações simples que o líder pode adotar para promover este espírito de melhora são por exemplo:

  • Sugerir desenvolvimento de habilidades específicas a integrantes de seu time (que o próprio líder tenha identificado a necessidade de aprimorar)
  • Efetuar avaliação das tarefas realizadas fornecendo feedbacks construtivos
  • Promover o aprendizado em áreas de grande potencial detectado em seus colaboradores.
  • Em alguns casos, liderança compartilhada

Ações como as citadas acima  são algumas que podem contribuir para o aperfeiçoamento dos colaboradores. Eles aprendem a explorar seu potencial nas áreas em que são mais habilidosos e a procurar adquirir novas competências, incentivados e orientados pelo líder, promovendo o crescimento profissional, tornando-os profissionais mais completos e com maior capacidade para cada vez mais contribuírem para a realização dos objetivos do time.

O líder deve ser capaz de transmitir ao membro de seu time que cada tarefa delegada não é uma mera obrigação, e sim o preparo para desafios e oportunidades melhores. Diante disso, como não ser produtivo para poder aproveitar oportunidades ainda melhores no futuro?

2 – Criar um ambiente de práticas virtuosas retro-alimentando um ciclo virtuoso

É comum alguns gestores se importam tanto com os objetivos do time que se esquecem que as pessoas que compõem o time apresentam necessidades.

O atendimento a essas necessidades, pode inclusive, garantir maior produtividade. Ações como:

  • Inspirar as pessoas
  • Criar um clima de:
    • Respeito
    • Confiança
    • Gratidão
    • Integridade
    • Cuidado e responsabilidade
      • Com o cliente
      • Com os colegas
      • Com o ambiente de trabalho

São exemplos de práticas virtuosas que devem ser incentivadas pelo líder, tendendo a ter como resultado dessas práticas, o surgimento de um excelente ambiente, bom clima, um ambiente virtuoso que melhoram os resultados e o compromisso das pessoas do time. Além disso, o time se tornam mais resistente frente a eventos negativos.

3 – Estimular a produtividade e não a ocupação

É muito comum encontrar integrantes de uma empresa que confundem ocupação com trabalho. É possível inclusive que esse integrante passe seu expediente inteiro ocupado, sem sequer conseguir concluir todas as atividades que tinha para o dia, e mesmo assim não ter produzido absolutamente nada.

Alguns líderes infelizmente incentivam isso! Seu foco está em manter os profissionais extremamente atarefados, sem observar se as atividades que ele lhes atribui realmente contribuem para atingir as metas da empresa.

É importante sempre perguntar qual é o objetivo e o resultado da atividade realizada. Caso não consiga enxergá-los claramente, é possível que ela seja inútil para as metas.

A melhor alternativa para combater ocupação e incentivar a produtividade, com consequente melhora geral, é começar a pensar em formas de simplificar processos, ganhar tempo e garantir reduções de custo geral.

4 – Focar no grande propósito geral

A falta de uma visão maior de longo prazo, grande objetivo geral do time, faz com que as atividades do dia a dia tendem a passar a não ter sentido tornando-se dia a dia uma lista interminável de obrigações.

Este senso de propósito garantido pela visão maior faz com que os times direcionam seus esforços para atingir os objetivos comuns traçados pelo time. Esta causa une o time em torno de atingir as metas comuns e auxilia a visualizar melhores formas de alcançar a alta performance.

Cabe ao líder o papel de articular as metas do time orientadas ao propósito geral, alinhar os membros do time às estratégias operacionais e fazer o que for necessário para alcançar as metas gerais de acordo com a visão.

5 – Utilizar as melhores habilidades dos integrantes do time

Um caminho para promover a eficiência é utilizar as melhores habilidades de cada integrante do time para executar a correspondente necessária tarefa equivalente a aquela habilidade. E certamente o caminho para a ineficiência é atribuir tarefas incompatíveis com a pessoa.

Encontrar integrantes trabalhando em funções nas quais elas não são boas e até mesmo que elas não gostam. Isto tende a impactar a qualidade do trabalho realizado, podendo causar os mais diversos desgaste, como emocional por exemplo, além de podermos estar perdendo a oportunidade de usar grandes talentos que o integrante tenha.

Para obter resultados grandiosos, a lógica é justamente todos os integrantes estarem somando seus talentos em tarefas que esse colaboradores possam realizar um trabalho realmente excelente. Isso permite que o integrante do time utilize seu tempo praticando suas habilidades e tendo a oportunidade de desempenhar algo significativo utilizando suas melhores habilidades.

Ao delegar responsabilidades, o líder deve estabelecer funções nas quais as pessoas tenham a oportunidade de fazer o que elas gostam, fazer mais aquilo em que elas são boas com o objetivo de ganho mútuo. O integrante se sinta mais satisfeito e o resultado do trabalho tendendo a ser melhor.

6 – Focar em realizar o possível o quanto antes

“Feito é melhor do que perfeito” é uma citação bem conhecida e sem dúvida muito valorosa. Mas é comum nas pessoas, incluindo o líder, buscar sempre fazer o melhor e na maioria das vezes, isto causa paralisia ou travas nas pessoas, que despendem grande esforço e tempo em realizar algo que nunca finalizam. Procuram focar em realizar toda a viagem do que simplesmente darem os passos possível em direção ao destino dentro das limitações que atualmente estão sujeito.

Querer fazer melhor é natural e correto. Não pode ser confundido com um aperfeiçoamento que aponta para uma “solução perfeita” que ninguém consegue naquele momento, com as atuais condições, realizar num tempo hábil.

Permanecer nessa teimosia de apenas querer fazer a “solução perfeita” em detrimento da melhor solução possível para o momento tende causar a não realização, ou seja, muita energia gasta e pouco ou nenhum progresso.

Não se trata de estimular resultados ou trabalhos medíocres, mas focar em obter o que é melhor ser feito dentro das possibilidades, da melhor maneira possível, do que ficar parado aguardando uma “solução perfeita” ser vislumbrada para ser executada.

Trabalhar com a realização do que é viável e com o aperfeiçoamento a partir da cultura da melhoria contínua é um caminho que gera avanços e produtividade até que se alcance uma excelente solução.

 




Curta reflexão sobre autodisciplina e certos resultados de médio ou longo prazo


Uma questão aparentemente pouco explorada, que é uma característica básica do sucesso no empreendedorismo, nas dietas, no fisiculturismo em em demais atividades em que se estabelece uma meta:  a autodisciplina.

.

É um ponto muito interessante que liga não só estas questões, como muitas outras em nossas vidas.

Outro ponto bem interessante sobre o empreendedorismo, dietas e o fisiculturismo, em geral, é no que tange à contradição ‘vida recompensa’ x ‘realidade recompensa’.

Em geral, durante toda nossa vida, somos condicionados a ser recompensados imediatamente por um bom trabalho ou ações positivas. Seja por aquele que nos amam, aqueles que conhecemos, pela escola, etc. Isto faz com que estejamos condicionados a esperar resultados imediatos.

Isto é uma possível causa do porquê as pessoas que tentam dietas falham, pessoas que entram em academia buscando certas melhorias físicas desistem, etc. Eles esperam resultados rápidos e quando não conseguem, voltam para o frasco de biscoitos, para a vida sedentária, etc. Em resumo, retornam para sua zona de conforto.

E o motivo é o senso de imediatismo de não tolerar pagar os preços necessários para se alcançar certos objetivos. E a maneira de combater isto é com disciplina, seja persistindo e aprendendo ou seguindo um método.

Outro motivo importante é quando se tem um caminho já trilhado com sucesso como, por exemplo, uma especificação de dieta, um treinamento para ganho de condicionamento físico, uma melhoria de gestão no caso de uma empresa, etc. Tudo isto que já funcionou, costuma ser ignorado pelo ‘iniciante’, que por ter uma visão própria dentro de sua zona de conforto, costuma ignorar que o ser humano infelizmente aprende através de tentativa e erro, e este caminhos são mudanças de mindset e de hábitos necessário para evitar desnecessariamente que trilhe este caminho de tentativa e erro. Ou seja, é necessário encontrar, avaliar e acreditar no processo como atalho para se reduzir o preço a ser pago para alcançar certos objetivos.

Mas o modo confortável predominante nas pessoas de pensar com imediatismo e não querer pagar o preço, acaba infelizmente as conduzindo a desistirem ou apenas sonharem com o objetivo que num primeiro momento desejavam. O que é sonho sem ação? Certamente ilusão. E é isto que se torna o sonho da maioria das pessoas.

E para realizar certos sonhos e objetivos, será necessário agir, enfrentar e resolver os problemas e certamente ‘pagar os preços’.

Como a sua saúde e sua forma física, muitas vezes leva anos para refinar as habilidades empreendedoras e construir o seu negócio em algo que realmente seja sustentável, gere ganhos para os cliente e seja capaz de lhe gera uma renda. Seja paciente. Este processo de aprendizado e crescimento ao final costuma valer muito a pena.




7 reflexões que podem lhe fazer um pouco mais feliz

woman-570883_640

Quer ser feliz? Cuide de si mesmo com muito amor e carinho! Cuidar de si não é agoísmo, é amor próprio!

Lembra das regras de segurança de um avião? Em caso de despressurização da aeronave, primeiro coloque a máscara de oxigênio em você mesmo, para depois ajudar aos outros. Só podemos ajudar aos outros depois que estivermos bem!

E para ficarmos bem conosco mesmo, avalie se abandonar os 7 pontos abaixo lhe ajudaria:

  • A necessidade de agradar aos outros
  • Duvidar de sí mesmo
  • Pensamentos negativos
  • Medo do fracasso
  • Autocrítica destrutiva
  • Dizer sim querendo dizer não
  • Deixar para amanhã o que você pode fazer hoje



Dicas rápidas para ajudar em seu crescimento profissional

regional_development

O aprendizado é contínuo caso você queira progredir até o topo de determinada área. Quanto mais se cresce pessoalmente, quanto mais este desenvolvimento pessoal se agiganta, maior são as possibilidades dos resultados serem obtidos.

Para ajudar nesta busca incansável pelo crescimento diário, que será responsável por tornar sua vida cada dia melhor e melhor, apresentamos 23 pontos para sua reflexão.

O leque de dicas que poderiam ser dados certamente poderia ser muito maior. Mas estes pontos já ajudarão imensamente.

  1. Não confunda sonho com ilusão
  2. Defina metas
  3. Divida suas metas, como por exemplo, diária, semanal, mensal, anual, etc
  4. Tenha disciplina
  5. Não se subestime
  6. Busque inspiração
  7. Estudo exemplos de quem já alcançou o que busca e procure entender o que o diferenciou
  8. Evite pessoas negativas
  9. Valorize a comunicação
  10. Dedique tempo ao aprendizado
  11. Dedique um tempo ainda maior para praticar o que aprendeu
  12. Trabalhe sua inteligência emocional
  13. Conheça seus pontos fracos
  14. Cultive bons hábitos
  15. Tenha cuidado com a preguiça
  16. Não procrastine
  17. Não tenha medo de falhar
  18. Assuma suas responsabilidade
  19. Crie o hábito de fazer mais do que sua obrigação
  20. Acredite e busque evoluir para ter os atributos e condições necessárias para atingir suas metas.
  21. Foque em ser cada vez mais e mais eficiente
  22. Ninguém precisa de permissão para ser incrível!
  23. O progresso vai sendo construído passo a passo. Aproveite a jornada! Só temos uma vida.