5 dicas para vender uma inovação | Superando obstáculos

5 dicas para vender uma inovação

image_pdfimage_print

idea-builder-man

Muitas pessoas que buscam investimento para o desenvolvimento de uma ideia acabam não conseguindo,  não por não ter uma boa ideia, mas sim por não ter sabido como vendê-la.

As empresas (e pessoas) inovadoras muitas vezes separaram a inovação do processo de venda, de forma a terem grandes ideias que não tem “voz”, que não tem mercado. Isto os deixa em uma séria desvantagem, pois as inovações são inúteis sem pessoas dispostas a comprá-las.

Listamos a seguir 5 dicas para ajudá-lo nesta aproximação entre os processos de inovação  e venda:

1 – Evidencie o problema, fazendo os envolvidos o sentirem muito real antes de você apresentar a solução.

Um problema pode ter níveis significativamente diferentes de importância para diferentes pessoas, seja por causa da demanda de cada um, seja por causa de sua falta de consciência do contexto em que aquele problema se insere. Certificar-se de que o problema está claramente definido antes de vender a solução é a primeira chave para vendê-lo de forma eficaz.

2 – Compartilhe a visão como se já estivesse completa. Não em andamento apenas.

Mesmo com seu produto ainda em desenvolvimento, evite expressões como “eu espero” ou “é meu objetivo” e passa a se concentrar em palavras-chave como “vai ser assim” ou algo do tipo que demonstre confiança de que o seu produto vai funcionar.

A maioria das pessoas entende que a fase de testes de qualquer novo produto vem com possíveis falhas, mas ninguém tentando vender deve indicar que essas falhas serão um problema.

3 – Discutir objeções óbvias antes de ser questionado.

Esta dica garante que você seja visto como uma pessoa com olhar analítico e não que seja visto como reativo ou defensivo. Isto causa valorização de seu perfil e consequentemente da ideia. Apresente os problemas e as deficiências e já proponha como resolvê-los.

4 – Valor de venda, não preço.

Demasiadas vezes nós venderemos a descoberto, dizendo: “Apenas R$ XX”. A abordagem deveria ser “Veja quanto você recebe por apenas R$ XX”. Fique longe de preço e procure demonstrar todos os recursos, concentrando-se sobre o valor dos benefícios para o usuário final.

5 – Tenha uma estrutura de garantia ou apoio claro.

A chave para a venda de um novo produto não é vendê-lo mais barato, mas sim, garantir que vai superar as expectativas do consumidor ou que seu cliente terá ganhos (ou mesmo prazer) com a aquisição, permitindo-lhe ir embora sem perder dinheiro.