De empregado a empregador – 3 coisas que você precisa saber antes de sair do seu emprego

Existem diversos artigos, das mais variadas opiniões, sobre por que alguém deve parar seu trabalho hoje e começar seu próprio negócio, ou porque é tolo não parar seu trabalho e viajar.

Aqui será descrita a dura e difícil batalha daqueles que perdem bons empregos, com alta remuneração, assim como daqueles que perdem empregos dos quais dependem para sobreviver minimamente, com remunerações baixas e decidem empreender.

Em geral o primeiro desafio é o confronto com a decisão de voltar a trabalhar para alguém ou começar uma nova empresa.

O que muitos podem não saber é o quão difícil é um ano de transição entre eles. Em vários casos reais, o período de transição é bem superior a um ano.

Independentemente se você fazia muito ou pouco dinheiro no antigo emprego, sair do seu trabalho não é fácil, e sobreviver o tempo entre não ter um emprego e ter sucesso ao ser autônomo é a parte mais difícil.

  1. A parte mais difícil não é a falta de renda, mas sim a sua capacidade de trabalhar sem estrutura ou direção.
    1. Não pense em estrutura como alguém te dizendo o que fazer todos os dias;
    2. Pense na estrutura como o fato de que você está vendendo um produto que já existe, dentro de uma empresa que já está estabelecida, e com um sistema de apoio que garante a sua sobrevivência, nos momentos bons e em parte dos momentos ruins.
    3. Agora, bruscamente, você tem que começar com nenhuma das opções acima e está mais do que nunca vulnerável aos efeitos de todos os momentos ruins.
  2. A segunda parte extremamente difícil será você observar suas economias se esgotarem.
    1. Dentro desse tempo de adaptação, você é forçado a ver suas economias caírem e não têm nada para reabastecer.
    2. Você vai se dar uma centena de razões para encontrar um emprego temporário e com isto efetuar os ajuste necessários em suas finanças.
  3. Por fim, desistir vai fazer você perceber como irrelevante e substituível sua posição realmente era, não importa o quão alto você estava na empresa.
    1. Isso também vai ter um custo emocional em você em algum momento.
      1. Como na maioria dos casos você investiu muito tempo se aperfeiçoando ou fazendo o que você faz, mesmo que seja em muitas empresas diferentes. Isto terá um significativo impacto emocional. É preciso se preparar antes e evitar isto.
      2. Percebendo o quão facilmente substituível você era e quão rapidamente as pessoas se esquecem de você pode afetá-lo. Portanto é necessário se precaver e também evitar este impacto negativo e desnecessário, visto que ele não o ajudará a alcançar seus novos objetivos.
      3. Todo o seu foco e esforço devem estar em alcançar seus novos objetivos o quanto antes

Todas estas coisas descritas costumam ser vividas durante a transição de um empregado a um empreendedor.

Tende a ser muito difícil, mas se preparar previamente pode:

  1. amenizar alguns efeitos e ajudá-lo a se posicionar para o sucesso
  2. ajudá-lo a superar o primeiro ano de dificuldades e adaptações
  3. tornar mais fácil lidar com a dura realidade de que deixar o seu trabalho pode ser bem mais difícil do que as pessoas imaginam no início desta transição.